NOTA: 4.0

No caminho para escola uma garota diz pra si mesma o nome da sua comida favorita, Pão de Feijão! Sim, é estranho. Mas foi isso que chamou a atenção de Tomoya e se não fosse o Pão de Feijão talvez os dois nunca teriam se conhecido.

Sinopse:

O anime é baseado numa visual novel, então seria o personagem principal com a possibilidade de se relacionar com qualquer outra personagem. No caso de Clannad a história principal se desenvolve em cima do relacionamento de Tomoya Okazaki e Nagisa Furukawa.
Tomoya é um garoto que odeia sua cidade, odeia sua escola, resumindo, odeia sua vida. Ele perdeu a mãe enquanto era criança e a partir daí a sua vida começou a se complicar. Seu pai (Naoyuki Okazaki) começou a beber e ter problemas no trabalho. Ele ficava o dia inteiro bêbado vegetando em sua casa. Os dois brigavam constantemente, chegando ao ponto de Tomoya sofrer uma fratura no ombro durante uma briga.
Nagisa, ao contrário de Tomoya, é uma garota que ama sua cidade, sua escola, sua vida… Ela é muito frágil, constantemente sofre de uma doença desconhecida e até repetiu de ano por causa dela. Ela é fascinada com uma criaturinha chamada “Dango”.
No caminho pra escola os dois se conhecem e se inicia um relacionamento que vai terminar num romance. A história deles acontece durante a preparação para um teatro da escola juntamente com as histórias paralelas. As mesmas mostram as histórias da Kyou Fujibayashi, Kotomi Ichinose, Tomoyo Sakagami e Fuko Ibuki.

Análise:

No primeiro momento eu não fui muito com a “cara” do anime. Falo pelo desenho mesmo, as mulheres com olhos bem grandes (mais do que o normal), mas com o tempo eu fui acostumando. Não significa que o desenho é ruim não, eu que não gostei desse estilo em particular, mas o desenho até que é bom. Bons traços, personagens e cenários bem feitos. A animação é boa também, cores muito bonitas e movimentos bem fluidos deixam o anime muito agradável de se assistir.
A trilha sonora se destaca, com um tipo de música ideal pra cada momento específico. A “Town flow of time people” é perfeita pra acompanhar os momentos mais dramáticos. “Spring wind” para momentos alegres do dia-dia. “Ilusions” te transporta pro cenário fascinante e misterioso de um universo paralelo. E tem a música dos Dangos também! Eu a achei muito tosca na primeira vez em que eu ouvi e nas muitas outras vezes em seguida. Ainda é, mas quando vai se aproximando pro final da segunda temporada (Clannad After Story) essa música passa a ter muito significado. Tornou-se uma das minhas favoritas.
O bom de Clannad é que ele tem momentos bem dramáticos e momentos do dia-dia que são muito engraçados. Dá pra acompanhar o drama da Nagisa na tentativa de fazer uma apresentação de teatro, e, dá pra rir muito do Sunohara (melhor amigo do Tomoya) apanhando da Tomoyo. Então não é aquele anime que te faz perder a vontade de viver de tão dramático e nem é um anime que só tem cenas engraçadas. Essas características unidas a alguns detalhes fazem dele um anime “gostoso de se ver” (creio que seja essa a melhor expressão).
A história de Clannad se concluiu em algumas partes e em outras ficou em aberto. A história da Nagisa e o clube de teatro, da Fuko, da Kotomi terminaram, enquanto que o problema do Tomoya com seu pai continua em aberto. O relacionamento de Tomoya e Nagisa também não para por aí, o fim do anime é o inicio do romance e ficaria pouco se a história já se acabasse. Essas são algumas das histórias que são deixadas para serem concluídas na temporada seguinte.
Se você quer acompanhar um bom anime e dar boas risadas, não tem erro, Clannad lhe proporcionará tudo isso.

Anúncios

»

  1. Laís disse:

    Ameei o post Mateus!
    realmente vc conseguiu transmitir de forma objetiva as subjetividades do anime,um dos meus favoritos.
    Ainda dói meu coraçao lembrar caraaa,rsrsrsrs
    serio,esse foi o unico anime que me deu a chamada “depressao pós anime” hahaha
    mas nao deixa de ser uma masterpiece!

    beijos :*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s