NOTA: 4.0

A história de um romance à distância, mostrando que o sentimento de um pelo outro não pode ser medido em centímetros.

Sinopse:

O filme é composto por três episódios. O primeiro mostra um relacionamento profundo à distância, o segundo mostra um relacionamento próximo, mas superficial, e o terceiro é a conclusão dos dois primeiros.

No primeiro episódio Takaki Tōno e Akari Shinohara são amigos bem próximos, mas tiveram que se separar depois que a família de Akari teve que se mudar. Depois Tōno descobre que também iria se mudar pra uma cidade bem longe e, antes, decide fazer uma viajem de trem para encontrar Akari. A viajem é complicada e fria, nevava bastante, mas todo o seu esforço foi recompensado.

O segundo episódio continua com Tōno, só que dessa vez no colegial. Ele ainda se lembra da Akari e a todo momento fica mandando mensagens de celular. Ela não aparece nesse episódio, quem participa é uma garota da classe do Tōno, Kanae Sumida. Ela ama o Tōno, mas tem dificuldades de se confessar. Ele não percebe isso e a considera nada mais que uma amiga.

O terceiro episódio acontece alguns anos à frente. Tōno está morando sozinho num apartamento e está trabalhando numa empresa de computação, enquanto Akari está pra casar com outra pessoa. Mexendo em suas coisas ela encontra uma carta do Tōno e se relembra dos bons momentos que passaram juntos. No final vemos se eles vão se reencontrar ou não.

Análise:

A animação é muito boa por ser um filme (sem reclamações), e, geralmente nos filmes os produtores capricham mais. O desenho é muito bonito, os personagens e os cenários são muito bem feitos. As sombras também se destacam, são perfeitas! Mas talvez o melhor tenha sido o céu estrelado. Chega a ser exagerado de tantos detalhes, memo assim é muito bonito. E não só o céu, tem outros cenários muito bonitos também, como os campos e praias do segundo episódio.

O filme mostra um principio de um romance e os diferentes rumos que ele poderia se encaminhar. No primeiro tem uma ligação forte entre Tōno e Akari e depois uma ligação fraca entre Tōno e Kanae. O interessante de se ver é a superficialidade desse último relacionamento. Muitas vezes Tōno se encontrava absorto em pensamentos e não percebia o interesse de Kanae. Nesse caso a proximidade física não significava nada, Kanae percebeu que Tōno estava “longe”.

O terceiro episódio encerra esses dois casos. Ele tinha tudo pra ser o meu favorito, mas não foi. Achei muito interessante a conclusão que ele dá, contrariando até ao que muitos esperavam, mas é bem original. Só que eu não gostei da maneira que ele foi contado. Parece que os produtores estavam com preguiça e jogaram um clipe resumindo tudo o que deveria acontecer. Se a história se desenvolvesse detalhadamente, se investisse um pouco mais de tempo (como nos anteriores) e mostrasse de forma clara o que aconteceu com Tōno e Akira mais velhos, seria bem diferente. O frustrante é que eu gostei do final e fico imaginando como seria o terceiro episódio se fosse escrito direitinho, chegando num clímax.

De qualquer forma, é um filme muito bom. É uma história muito bonita que vale a pena ser vista por quem gosta de um bom romance.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s