Este post é uma homenagem para o anime Bartender (2006). Quando eu ouvi falar pela primeira vez sobre um anime que conta as histórias de um barman eu dei risada. Bem, assisti e me surpreendi. O anime é bom mesmo! E agora acho que vale a pena relatar as histórias de cada episódio.

Bartenders:

 Ryū Sasakura

Kuzuhara Ryuuichi

Episódios:                                       Higashiyama Minoru

01 – Bartender

Kamishima é um designer que foi encarregado de remodelar um bar. O problema é que ele odeia bares. Ele fez um projeto nada agradável e o dono do hotel pediu pra que ele repensasse num desenho melhor. Atordoado, Kamishima encontra o Eden Hall e explica para Ryū o motivo de odiar bares. Então Ryū quebra uma escultura de gelo pra fazer um drinque suave que veio aliviar todo o seu stress e modificar a visão dele em relação a bares.

Bebida:

Water Mix – É simplesmente uísque misturado com água. Ryū colocou gelo pra ajudar a aliviar o peso do álcool na bebida e funcionou perfeitamente. Kamishima estava passando por muito stress e precisava de uma bebida leve.

02 – Menu do Coração

Miwa Kurushima pede para o Ryū encontrar o menu do seu coração. Trata-se de uma ferida do seu passado. Seu avô era dono de uma pousada tradicional do Japão, isso trouxe problemas no relacionamento com o seu pai, que adotou um estilo moderno de gerenciamento de hotel. Entretanto, o pai quis se reconciliar com o avô e pediu para que ele provasse uma bebida. Só que indo entregar para o seu avô, Miwa, com quatro anos, tropeçou e deixou a garrafa se espatifar no chão. Logo no retorno para casa Miwa e seus pais sofrem um acidente e ela fica órfã. Miwa pede pra o Ryū descobrir qual era essa bebida para ela poder levar para o seu avô.

Bebida:


Kaku – Bebida cujo modelo e sabor agrada ao povo japonês. O que o pai da Miwa estava querendo mostrar através dessa bebida é que, apesar da modernização, ele ainda continuaria respeitando a cultura japonesa.

03 – Copo de Lamento

Shimaoka é o dono de uma grande empresa e foi para o Eden Hall lamentar a morte de uma amiga. Quando eram jovens os dois sonhavam em se tornar atores, mas somente ela conseguiu, enquanto ele seguiu para ramo empresarial de sua família. Apesar dos convites para o teatro que ele recebeu, os dois nunca mais se viram. Depois de ouvir a história do drinque Margarita ele entendeu que o seu problema era o medo de se lembrar desse passado doloroso.

Bebida:

Margarita – Numa entrevista em 1970, o barman que criou este coquetel, John Durlesser, falou pela primeira vez que Margarita foi o nome do seu falecido amor, trinta anos após a competição.

04 – Amber Dream

Sayo Yusada estava esperando o seu marido no Eden Hall para lhe apresentar a carta de divórcio. Ela queria se divorciar porque ele era ausente por trabalhar muito. Ele explicou que depois do casamento deles os pais dela falaram que ele não teria futuro e não a merecia, então se dedicou muito ao trabalho pra proporcioná-la uma vida digna. Ryū prepara um drinque e comenta sobre a beleza do convívio duradouro.

Bebida:

Amber Dream – Âmbar é simplesmente a seiva da árvore fossilizada, ela não tem o brilho extravagante de uma jóia. Mas dez anos depois, ela ganha uma beleza completamente diferente das jóias.

05 – Coisas Esquecidas num Bar

Shibata foi transferido para uma empresa do interior, o seu patrão dizia que ele não era bom e não tinha chance de competir em Ginza. Ele se sente totalmente frustrado e o seu patrão fica debochando dele o tempo todo. Então Ryū prepara um drinque e conta uma história que fala de superação, motivando o Shibita.

Bebida:

Daiquire – Este drinque fez com que o escritor Ernest Hemingway se lembrasse de um barco navegando pelo oceano e lhe deu a inspiração para o seu famoso livro, O Velho e o Mar. Este livro conta a história de um senhor que levou um muito tempo para pescar um grande peixe, que no final foi devorado pelos tubarões. O velhinho não abaixou a cabeça e dizia para si mesmo “Um homem pode ser derrotado, mas não destruído”.

06 – A História Dentro do Copo

Shizuo Kasahara é um escritor cinematográfico com problemas de inspiração. Nos últimos dias ele não teve nenhuma idéia criativa e o seu colega de trabalho, o diretor de cinema Ryūji Mineyama, cobrava muito dele. Ryū os faz lembrar da paixão que eles tinham por cinema quando começaram esse trabalho e deixar que essa paixão norteie as suas produções cinematográficas.

Bebida:

Arberdeen Angus – Não é um coquetel frio e nem quente. Ele tem o aroma da turfa que é controlado através do encontro de malte e licor únicos.

07 – Dia Fechado Para o Bar

Kōji Sōma é um político acusado de estar envolvido num grande escândalo. Ele se refugia no Eden Hall e quem estava lá para atendê-lo era o barman Higashiyama Minoru (Ryū estava passando mal). Ele dá um apoio moral para Kōji lutar contra as acusações. Depois aparece uma advogada no Eden Hall e foi atendida pelo barman Kuzuhara Ryuuichi.

Bebida:

Rusty Nail – Significa “prego enferrujado”. O que Minoru queria dizer servindo essa bebida para o Kōji era que ele poderia voltar a ser bem visto, assim como um prego enferrujado pode voltar a brilhar.

08 – A Mentira no Balcão

Oda Masashiro é um farsista que planeja se casar para conseguir o dinheiro de uma jovem inocente. Ele a pediria em casamento no Eden Hall, mas Ryū negou porque sabia que aquele homem era um farcista. Então eles fizeram um jogo, Oda colocou cinco opções de bebidas e modificou a ordem, se Ryū acertasse quais eram as bebidas ele ganharia, se não, Oda ganharia. Ryū vence e Oda teve que terminar com o seu negócio.

Bebida:

Pastis Water – Num província no sul da França, a palavra “pastis” tem o significado de “misturar”. Isto porque é normal beber pastis misturado com água. Além disso, como o raki da Turquia e o ouzo da Grécia, também há muitas bebidas que podem ficar turvas. Mas isso acontece porque o óleo dissolvido no álcool forte começa a se mostrar quando diluído em água.

09 – A Face do Bar

Numa noite chuvosa o Eden Hall estava reservado para uma pessoa em especial: Ryūichi Minegishi ia sempre num dia específico do ano para Eden Hall. Essa história começa quando o Ryū ainda trabalhava como assistente em outro bar. Depois de ver a extravagância do preço que era cobrado nos copos do Ryūichi, e pior, descobrir que ele é um empresário falido, Ryū decidi abandonar o atual emprego e começar um novo bar. Ryūichi foi lá fazer uma visita e Ryū ofereceu uma bebida, que de acordo com ele, seria a melhor para o Ryūichi. No entanto ele não gostou da idéia e pediu uma bebida muito cara, era esse tipo de bebida que realmente lhe trazia alívio. Naquele dia Ryū aprendeu uma grande lição de barman.

Bebida:

Gin & Tonic – Uma bebida feita com gelo, limão, 45 ml de gin e um copo de água tônica. Era ideal para a mulher do Ryūichi porque à noite ela cantava no karaokê e precisava de algo que revigorasse.

10 – Milagre de Natal

É natal e os bares costumam estar mais lotados, podendo receber pessoas bem estranhas, como o professor Okita. Ele tinha feito a sua tese de doutorado em cima do estudo do comportamento dinâmico dos fluídos e duvida que Ryū consiga fazer um coquetel misturando dois líquidos que, de acordo com ele, não são miscíveis.

Bebida:

Black Velvet – É uma mistura de champanhe com cerveja preta, extremamente difícil de se fazer. Poucos bartenders conseguem fazê-la porque necessita de uma técnica apurada para derramar o líquido na dosagem e tempo certos.

11 – Água da Vida

É o final do anime, mas é o começo de uma vida para Ryū. Acredito que a sua última fala resuma bem esse episódio: “Nós bartenders temos trabalho formal. Justamente por essa razão, nós precisamos aumentar os nossos ideais, ou nos tornaremos desnecessários. Mesmo se pudéssemos falsicar nossa maneira de trabalhar, não poderiamos falsificar a nossa maneira de viver. E ainda, eu me sinto grato por ter encontrado o trabalho de barman…não escolhendo a função de barman, mas a vida de barman.”

Bebida:

Bartender – Bebida passada de geração em geração de bartenders.

Outras bebidas:

»

  1. Excelentee matéria, excelente blog , parabens pra equipe
    gostaria de saber se você tem link de algum site onde eu possa baixar o anime com legenda em Port.

    abrax

  2. edy disse:

    O Hinata-sou tem 4 episodios legendado, depois nao achei os outros 7. São apenas 11 epsodios. : ( Se alguem tiver posta ae !

  3. gugasama disse:

    Hoje iremos lançar o primeiro episodio do anime e continuaremos em diante !

    http://www.bushidofansub.wordpress.com

  4. Isa kawaii disse:

    Meeeu amei a matéria! Quero logo esse anime legendado! Bj bj

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s