NOTA: 5.0

Os primeiros dias como pai solteiro não são fáceis!

Sinopse:

Daikichi começa uma rotina nova. Agora tem uma criança pra criar e a primeira coisa que ele faz é comprar roupas novas para ela. Com algumas dificuldades eles conseguem fazer as compras e Daikichi percebe que é um fardo pesado ser “pai”.

A sua maior dificuldade surgiria no dia seguinte, ele deveria trabalhar, mas não tinha com quem deixar a Rin. Então, provisoriamente, ele a deixa numa creche e promete voltar cedo para buscá-la.

Só que o seu trabalho apareceu com novas exigências e ele conseguiu liberação apenas tarde da noite; chega tarde na creche e encontra a Rin como a única criança restante. Obviamente ela ficou magoada, mas um dia novo começa pra trazer um pouco mais de alegria.

Análise:

Já era de se esperar que o Daikichi tivesse dificuldades na criação da Rin. Como todo homem japonês bem empregado, ele não tem muito tempo livre pra bancar o pai. Mas o legal é que mesmo com as dificuldades, os dois permanecem esperançosos de um futuro melhor. O legal também é ver que o Daikichi já se sente obrigado a mudar certos hábitos por causa da Rin. Ele evitava de fumar pra não estragar as roupas dela e nem prejudicar a sua saúde; ele foi convidado para beber, mas teve que recusar porque tinha novas obrigações com a Rin… Enfim, é uma fase nova para os dois que foi muito bem introduzida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s