NOTA: 4.5

Uma dor lá dentro… Latejante… Parece que vai te consumir… E nada… Nada… Parece ser capaz de curar essa dor… O que fazer? A quem recorrer?… Será que existe saída?

Sinopse:

O filme começa com uma cena de estupro em grupo: Vários homens abusando da mesma menina, que, estranhamente, não parece sentir nada, como se fosse um robô. Depois, a cena corta e mostra Kokutou andando pela rua quando encontra essa menina encolhida num canto. Ele ajuda ela e ela chora de dor. Depois ele a leva para casa e deixa ela tomar um banho. No dia seguinte, de manhã, quando ele acorda ela já se foi.

Shiki e Touko estão discutindo um caso. Parece que alguém entrou em contato com a Touko para encontrar e matar uma menina que vinha cometendo assassinatos pela cidade. Enquanto isso, Kokutou se encontra com seu senpai da escola pra pedir dinheiro emprestado. O senpai empresta o dinheiro, mas, em troca, pede que Kokutou o ajude a achar um ex-colega deles que está desaparecido.

Azaka está num café ou restaurante conversando com a mesma menina do início do filme, Asagami Fujino, quando Shiki chega e fala que Kokutou não vai poder vir. As duas discutem e Shiki, antes de sair, suspeita que Asagami seja a tal assassina, mas conclui que não.

Depois disso, Shiki encontra Asagami exatamente na hora em que ela havia acabado de assassinar alguém e quando as duas vão lutar… Shiki pára e diz que não tem mais intenção de lutar. Kokutou já havia encontrado seu colega e levado ele para o escritório da Touko, onde ele estaria seguro da Asagami, que queria matá-lo. Kokutou decide ir visitar a cidade natal de Asagami para descobrir mais sobre o passado dela. Nesse meio tempo, Asagami mata uma pessoa que não tinha nada a ver com ela, o que deixa Shiki furiosa. Ela sai para matar Asagami definitivamente.

Pouco tempo depois, Kokutou chega e explica a Touko que Asagami nem sempre fora insensível a dor e que isso é provavelmente culpa de seu pai. Touko explica que, então, está tudo perdido, já que foi o próprio pai dela que encomendou a morte dela. Os dois saem em disparada para onde Shiki foi.

Shiki e Asagami lutam e, depois de perder o braço esquerdo, Shiki começa a entender a habilidade de Asagami e fica invulnerável a ela. De repente, a ponte onde elas lutam é completamente destruída. Em meio aos destroços Asagami, que já está quase morta, encontra Shiki que, numa cena horrenda, dá um último golpe no estômago dela.

Momentos depois, Kokutou e Touko chegam, encontrando Shiki com o braço despedaçado. Ela explica que matou a doença dentro de Asagami e que agora ela seria muito perigosa, pois havia ganhado o poder de ver através das coisas (clarividência).

Análise:

A história começa a se desenvolver mais rapidamente e a figura está um pouco mais clara já. O pode de Shiki já foi parcialmente explicado (Olhos Místicos de Percepção da Morte são Olhos Místicos de altíssimo nível que permitem ao usuário ver as ‘falhas’ de qualquer coisa e, através dessas falhas, eles são capazes de ‘matar’ tudo, até mesmo paredes, vento, amor ou qualquer outra coisa abstrata) e agora a história começa a fazer sentido. O próximo filme conta a história entre esse filme e o segundo, ou seja, o tempo em que Shiki esteve no hospital.

Do ponto de vista artístico a série se mantém inalterada, com um pouco mais de cor e detalhes apenas. Os sons também mantém o mesmo nível dos anteriores.

Quem quiser acompanhar a ordem cronológica até agora é essa: Satsujin Kousatsu (Parte 1), Tsuukaku Zanryuu, Fukan Fuukei.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s